Instituição

Estatutos da ADFA

 

Nota Introdutória

 

A Associação dos Deficientes das Forças Armadas (ADFA) foi fundada em 14de maio de 1974. A ADFA é uma associação livre e independente, pessoa coletiva de direito privado e utilidade pública, com o NIPC 500032246, nos termos do Decreto-Lei nº 460/77, de 7 de novembro, conforme consta do despacho publicado no Diário da República, II série, nº 114, de 19 de maio de 1981.A ADFA tem sede em Lisboa e é constituída por 12 delegações (Lisboa, Porto, Coimbra, Famalicão, Faro, Évora, Viseu, Bragança, Castelo Branco, Setúbal, Funchal- Madeira e Ponta Delgada- Açores) distribuídas por todo o país, para além de vários núcleos. A ADFA rege-se pelos estatutos a seguir transcritos, alterados e aprovados em Assembleia Geral Nacional Extraordinária, realizada no auditório da Universidade de Coimbra, em 17 de outubro e 5 de dezembro de 2015.A versão integral destas alterações estatutárias consta da escritura pública outorgada em 30 de março de 2016, no Cartório Notarial de Lisboa (Joaquim Mendes Lopes), do Livro 194-A, a fls 80. A consulta deste documento poderá ser feita em www.publicacoes.mj.pt, com a indicação do NIPC e a digitação do código de validação.

 

 

Estatutos da ADFA aprovados em Assembleia Geral Extraordinária de 17 outubro e 5 de dezembro de 2015

 

Certificação + Marca IQNet

Certificacao Apcer Adfa

VISÃO

Ser reconhecida como Entidade Representativa de defesa dos direitos dos deficientes militares.

MISSÃO

Representar os deficientes militares na defesa dos seus direitos, reivindicando a criação de condições que possibilitem o pleno exercício da cidadania. Desenvolver e congregar esforços no sentido de reabilitar e reintegrar os associados.

VALORES

A ADFA defende os valores:

® Igualdade – estabelece a dignidade humana no referente aos direitos fundamentais e aos direitos e deveres sociais, exigindo a igualdade de todos os seus pares perante a lei, não admitindo a discriminação;

® Independência - assenta na liberdade de pensamento e determinação do percurso da organização;

® Liberdade - isenção e independência da organização face às doutrinas ideológicas, religiosas ou étnicas/raciais, no total respeito pela igualdade de género, identidade e livre escolha das pessoas;

® Inserção Social – pressupõe a inserção do seu público-alvo (associados) na sociedade proporcionando-lhes as condições essenciais de acesso à saúde, informação, habitação, trabalho, alimentação e cultura necessárias à plena inclusão social;

® Participação – em sentido colectivo onde impera a informação, a partilha de valores comuns, de responsabilidade social, visando uma sociedade mais justa e igualitária.

® Solidariedade – subentende acções de apoio, cooperação e entreajuda garantindo e promovendo a coesão e a justiça Social.


Está em... Inicio Instituição Visão, Missão, Valores, Estatutos...