Notícias

COMUNICADO À IMPRENSA

 ASSOCIAÇÃO DOS DEFICIENTES DAS FORÇAS ARMADAS

 

COMUNICADO À IMPRENSA

 

Consternação pelo falecimento de Sua Excelência o Ex-Presidente da República,

Dr. Mário Alberto Nobre Lopes Soares

 

A Associação dos Deficientes das Forças Armadas, neste momento de Luto Nacional associa-se ao pesar de todos os cidadãos, que se reveem nos valores da Liberdade, da Democracia e do Desenvolvimento consubstanciados na vida pública do Dr. Mário Soares, tanto na oposição ao regime fascista, como na construção do regime democrático e republicano após o 25 de Abril de 1974.

Para os Deficientes das Forças Armadas a figura do Dr. Mário Soares ficará indelevelmente marcada pelo seu contributo na oposição à Guerra Colonial, que marcou tragicamente o melhor das gerações de portugueses nas décadas de 60 e 70, obrigados a pegar em armas numa guerra injusta, inútil e evitável.

Após o 25 de Abril e reposição do regime democrático, o Dr. Mário Soares no exercício das suas mais elevadas magistraturas, acolheu e defendeu, sempre, as reparações morais e materiais devidas àqueles que da Guerra Colonial voltaram com deficiências e/ou doenças de carácter permanente que afetam as suas vidas pessoais e familiares.

No reconhecimento destes valores, o Dr. Mário Soares, na sua qualidade de Presidente da República Portuguesa agraciou, em 13 de Fevereiro de 1996, a Associação dos Deficientes das Forças Armadas com o título de Membro Honorário da Ordem do Mérito, em cerimónia pública na Sede Nacional desta Instituição.

A ADFA neste momento realça o papel pioneiro do Dr. Mário Soares na questão da reabilitação e inclusão das pessoas com deficiência, incluindo no programa do I Governo Constitucional “… reconhece que a reabilitação e a integração social de deficientes implicam um complexo processo global que assenta na continuidade e interligação das acções que envolve e que entre si se complementam…”. Esta vontade politica materializou na aprovação do Decreto-Lei Nº 346/77, de 20 de Agosto, que cria, na Presidência do Conselho de Ministros, o Secretariado Nacional de Reabilitação, destinado a ser o instrumento do Governo para a implantação de uma política nacional de habilitação, reabilitação e integração social dos deficientes, assente na planificação e coordenação das acções que concorrem neste domínio, em ordem à concretização do disposto no artigo 71º da Constituição da República Portuguesa.

A Associação dos Deficientes das Forças Armadas estará oficialmente presente nas cerimónias fúnebres a ocorrer no dia 10 de Janeiro de 2017, no Mosteiro dos Jerónimos.

A ADFA curva-se, assim, perante a memória deste grande Homem socialista, laico e republicano.

 

A Direcção Nacional da ADFA

(O Presidente)

 

José Eduardo Gaspar Arruda

Atualizado em 10-01-2017

Está em... Inicio Notícias COMUNICADO À IMPRENSA